Mais Procurados

Exemplos de abordagens especificadas em cada evento (Cursos, Treinamentos, Palestras, Consultoria...)

PESSOAS E RESPONSABILIDADE SOCIALNAS ORGANIZAÇÕES PÚBLICAS – O PAPEL DO RH, GESTOR DE PESSOAS

CLIENTELA: Gestores, Profissionais de RH, servidores que exercem funções de comando ou que coordenam equipes.

CONTEÚDO:
» Ética, compromisso e valorização da diversidade
» As relações interpessoais entre servidores efetivos, comissionados, terceirizados, parceiros
» A administração de benefícios conforme as categorias profissionais
» A atenção e os cuidados com as condições de trabalho, a saúde e a segurança das pessoas.
» Atitudes frente aos desligamentos e a recepção aos recém ingressos em funções específicas, seja como efetivos ou temporários.
» A objetividade de programas de preparação para aposentadoria
» As práticas de responsabilidade social entre as equipes de trabalho numa Organização Pública – aprendizes, iniciantes, veteranos, aposentandos e aposentados
» O voluntariado como elemento de valor Organizacional
» Práticas e Políticas de RH socialmente responsáveis.


Incremento de programas especiais para o desenvolvimento de Empresas

»Formação de Instrutores\Facilitadores e Consultores
- Programas de desenvolvimento em competências de Facilitação e Consultoria para capacitação profissional
- Profissionais de diversas áreas são formados para atuarem como Instrutores e Consultores tanto de forma autônoma como internamente nas Organizações onde trabalham.
- O IDHE investe na preparação desses Profissionais fundamentando-os nos princípios básicos de aprendizagem de adultos e de aspectos didáticos tornando-se Facilitadores para programas de capacitação profissional, seja em grupos, treinamento em serviço ou em estratégias in company, conectadas à realidade da Empresa onde os profissionais atuem.

»Metodologias inovadoras em Programas de Investimento no Desenvolvimento de Talentos - O chamado Treinamento em Serviço transforma-se na possibilidade de Programas de Desenvolvimento de Competências de forma individualizada ou por equipes, mesmo compactas e de acordo com a natureza e especificidades do negócio e dos segmentos de atuação dos profissionais.
- As Empresas podem solicitar propostas e\ou palestras rápidas demonstrativas da metodologia, compatibilizando as reais necessidades da organização e de seus Colaboradores.


Liderança Empreendedora – Pessoas e Organizações de Sucesso

» Convivência com gente;
» A eficácia do coaching e do aconselhamento;
» Recompensas – vínculos com a motivação;
» Desafios criativos para gerentes-líderes;
» A ambiência do trabalho contribuindo para a saúde e o bem-estar (“aproveitar bem a vida em qualquer idade”);
» Convivendo com a diversidade – as possibilidades e barreiras culturais, sociais, afetivas....;
» Organizações que se reinventam;
» Governança corporativa;
» Habilidades como empreendedor – você as desenvolve?;
» Processos de mudanças – conceitos e gestão da prática;
» Liderança – pessoas em primeiro lugar;
» Assédio, ética... - temas ultrapassados?;
» Agressividade, sim – violência, não;
» O desenvolvimento de competências duráveis.

Pessoas felizes produzem melhores resultados

» O trabalho como fator de realização pessoal;
» A convivência saudável na ambiência profissional como um dos principais fatores de desenvolvimento pessoal e organizacional;
» A sensação de felicidade em gostar do que faz e fazer o que gosta;
» A expressão da felicidade no ambiente de trabalho e na vida;
» Felicidade precisa de "muito pouco";
» Detalhes fazem a diferença – nas pequenas atitudes estão sempre as grandes sacadas;
» A Comunicação como fator essencial das Relações Interpessoais;
» Evoluindo de grupo para equipe – relações e resultados;
» O auto conhecimento e o conhecimento dos outros – conhecimentos e competências;
» Planos de desenvolvimento pessoal e planejamento organizacional;
» Encarando processos de mudança;
» Qualidade de Vida X Qualidade no Trabalho ;
» Organizações inteligentes conseguem resultados promissores através de pessoas felizes.

Comunicação e Etiqueta no Mundo Corporativo

» Estrutura da linguagem e as características físicas do Comunicador;
» Controle do medo, timidez e inibição;
» Postura em público, apresentação pessoal, gestos, o olhar, vestimenta, sorriso, empatia e elegância;
» A respiração, a voz, a dicção e a pronúncia;
» Comunicação e etiqueta – detalhes que fazem a diferença no mundo corporativo;
» Preparação de falas, abordagem, o improviso;
» O uso correto do microfone;
» As relações com clientes – uma questão de estilo;
» Recebendo e atendendo clientes – cordialidade, atenção conhecimento do negócio, resolução de problemas;
» Atitudes adequadas em reuniões de negócios;
» Conduzindo ou participando de reuniões;
» Postura em lugares públicos, recepções, almoços, jantares, confraternizações;
» O dia a dia na Organização, convivência com os pares, superiores hierárquicos, colaboradores, terceirizados, estagiários, parceiros;
» O telefone como instrumento de facilitação da vida – vícios de linguagem, capacidade de escuta;
» Boa Comunicação – muito mais uma questão de atitude do que de técnicas.

Liderança e Gestão do Tempo

» O Lider e seu papel no desenvolvimento das Organizações;
» Visão pessoal – o tempo da sua vida e a influência do Lider na vida de seus colaboradores;
» Observando seu relógio biológico, seus hábitos e atitudes diante do fator TEMPO;
» Planos de desenvolvimento pessoal e planejamento organizacional;
» Liderança e fatores motivacionais para o alcance dos resultados organizacionais ;
» Reuniões produtivas;
» Fatores facilitadores e dificultadores do uso coerente do tempo – procrastinação, pressa, imprevistos e interrupções, filas, urgências;
» Trabalho em equipe – conseguindo resultados por esforço compartilhado;
» Ansiedade X Metas;
» Delegação como fator de otimização do tempo.